quinta-feira, 5 de julho de 2012

Campanha Segurança na Água - Saiba como agir


10 Conselhos para Evitar os Afogamentos de Crianças

1. Perto da água, não perca as crianças de vista nem por um segundo. Redobre a vigilância com as crianças mais novas. Esteja perto, focado na criança e pronto a agir.
2. Dificulte o acesso das crianças aos locais com água: vede as piscinas e tanques e cubra os poços.

3. Nunca deixe uma criança de 3 ou 4 anos sozinha na banheira, numa piscina insuflável ou outro local com água. Menos de um palmo de água é suficiente para afogar uma criança pequena.

4. Despeje toda a água de baldes, alguidares, banheiras ou outros recipientes logo após a utilização.

5. Utilize auxiliares de flutuação de acordo com o ambiente e competências das crianças; as crianças que ainda não sabem nadar muito bem devem usar sempre braçadeiras, mesmo em águas paradas, transparentes e pouco profundas; em águas agitadas, turvas ou profundas e na prática de desportos aquáticos, todas devem usar um colete salva-vidas. Os auxiliares de flutuação devem ser homologados para o peso da criança.
6. Escolha praias e piscinas vigiadas e cumpre a sinalização.
7. Ensine as crianças a nadar, mas mantenha a vigilância.
8. Ensine as crianças a nunca irem nadar sozinhas, a não mergulhar em pontões ou em zonas que não conheçam a profundidade da água e a cumprir a sinalização e indicações dos nadadores-salvadores.

9. Aprenda a fazer reanimação cardio-respiratório, esse gesto pode salvar uma vida. Faça um curso de Primeiros Socorros!
10. Em Férias, redobre a vigilância. O primeiro dia e o final da tarde são os momentos em que acontecem mais afogamentos.
A morte por afogamento é rápida e silenciosa.
Não queremos outro verão como os anteriores.

SAIBA MAIS AQUI.

Sem comentários:

Publicar um comentário