quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Carnaval em Segurança!

A festa apela à diversão, mas é importante não esquecer a segurança. Para evitar acidentes no Carnaval, é só tomar nota e pôr em prática as dicas de segurança da APSI.  
Dicas de Segurança
Com as crianças mais pequenas…
- comprar disfarces com a marcação CE (norma dos brinquedos) e indicações em português;
- preferir fatos e acessórios adaptados ao tamanho da criança e evitar tecidos facilmente inflamáveis;
- evitar cordões e fios à volta do pescoço, saias e capas muito compridas; chinelos, sapatos largos ou com saltos muito altos; calças ou mangas muito largas, para evitar estrangulamentos, quedas, queimaduras (respetivamente);
- escolher máscaras com aberturas que permitam ver e respirar bem;
- prender com cuidado chapéus e lenços para que não tapem a visão, provocando quedas ou embates em obstáculos;
- escolher espadas, facas e outros acessórios em material macio e flexível;
- não calce às crianças chinelos, sapatos largos ou com saltos muito altos.
 
Com os adolescentes...
Entre os 10 e os 16 anos os principais acidentes acontecem quando os estalinhos rebentam nas mãos ou no bolso das calças (porque aquecem demasiado com o calor do corpo ou por rasparem uns nos outros), provocando queimaduras que podem ser muito graves. Mas os rebentamentos de bombinhas de Carnaval podem originar lesões ainda mais graves, como a amputação ou esfacelamento de dedos ou a cegueira. Todos os anos a PSP alerta para o perigo destes produtos perigosos cuja venda é ilegal a menores de idade. Os pais devem ficar alerta e conversar com os/as filhos/as sobre estes riscos, fáceis de evitar, sensibilizando-os para as eventuais consequências que estes acidentes podem ter na sua vida futura.

Conhecer os perigos e aprender a avaliar o risco de acidente deve ser uma aprendizagem progressiva ao longo da vida…

Sem comentários:

Publicar um comentário